Recém-publicado

Netflix vai ampliar conteúdo local com 30 filmes e séries brasileiros

nformação foi dada por Ted Sarandos, diretor global de conteúdo do serviço de streaming, no Rio Content Market, nesta quarta-feira, 24


Por Fernando Scheller, O Estado de S. Paulo 24 de abril de 2019 | 10h24

ENVIADO ESPECIAL / RIO — A Netflix vai ampliar a quantidade de conteúdo brasileiro em sua plataforma, com a aceleração da produção nacional. Segundo o diretor global de conteúdo, Ted Sarandos, a empresa vai produzir 30 filmes e séries no País nos próximos anos. “Vocês deveriam pensar nisso como apenas o começo”, disse o executivo, durante palestra no Rio2C, evento sobre o setor audiovisual no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 24. Trata-se de um rápido ganho de escala, já que a plataforma iniciou a produção de conteúdo brasileiro apenas em 2017, com a série 3%.

ctv-y72-netflix

Segundo o diretor global de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, a empresa vai produzir 30 filmes e séries no País nos próximos anos

O movimento do serviço de streaming vem como um alívio em um momento de crise no audiovisual brasileiro, que vem sofrendo com as cobranças do Tribunal de Contas da União (TCU) relativas à prestação de contas de projetos aprovados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) e com as mudanças da Lei Rouanet, que vão limitar o teto de liberação de recursos para produção e distribuição.

Entre os conteúdos que a Netflix vai lançar em breve no País estão filmes como Sérgio, baseado na vida do embaixador brasileiro na ONU que foi morto no Iraque em 2003, Sérgio Vieira de Mello (produzido por Wagner Moura), e a comédia romântica Ricos de Amor. Além disso a Netflix está realizando conteúdos com talentos como Maísa Silva, Larissa Manoela e Talita Rebouças, figuras ligadas ao universo adolescente. A empresa também trabalhará com diretores como Fernando Meirelles (Cidade de Deus) e Daniel Rezende (Bingo, o Rei das Manhãs).

O executivo classificou o Brasil como “um dos principais mercados da Netflix” e disse que o público local tem uma “grande conexão emocional” com a plataforma. Entre as séries que a Netflix está revelando pela primeira vez ao público durante o Rio2C estão Spectros e uma atração baseada no original britânico Dead Set, que terá a apresentadora Sabrina Sato no elenco numa história que reúne zumbis e o mundo dos reality shows. Essa atração foi originalmente concebida por Charlie Brooker (Black Mirror).

Além disso, a empresa mostrou ainda cenas do especial de Natal do grupo de humor Porta dos Fundos, da série Sintonia (de Kondzilla) e dois reality shows baseados em culinária, Chef’s Table e The Final Table, ambas com destaques brasileiros no mundo da culinária.

Sarandos também falou sobre o aumento da concorrência no setor de streaming de conteúdo, uma vez que Disney, Warner Media (dona da HBO), Apple e Facebook estão concorrendo no setor. “Para nós é até surpreendente que tenha demorado tanto para essa concorrência aparecer”, disse o executivo, durante o evento. “Se eles quiserem Disney, terão de buscar em outro lugar. Para nós o importante é que não abram mão da Netflix, pela importância do nosso conteúdo (para as pessoas)”, disse.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: