Recém-publicado

Reino Unido obriga Uber a pagar salário mínimo direitos trabalhistas e férias remuneradas

Até o momento, motoristas do Uber trabalham como autônomos. Ou seja, não são propriamente funcionários, mas sim meramente usuários da tecnologia, argumento utilizado pela empresa em todos os países onde atua. No Brasil, o serviço funciona através de prestação de serviços. O motorista cumpre os requisitos para trabalhar na plataforma e recebe o pagamento de acordo com os serviços que realizou, funcionando de forma similar em todo o mundo. Até o momento, já que isso pode mudar no Reino Unido.


Uma resolução entrou em vigor nesta ultima sexta-feira para regulamentar o Uber, mas ainda cabe recurso. A partir de então, os motoristas terão direito a salário mínimo, direitos trabalhistas e férias remuneradas. Mais do que isso, terão licença em caso de doença e outros benefícios em vigor no país. A medida afeta mais de 40 mil motoristas que trabalham para a empresa. Aliás, não somente os motoristas, mas também os milhões de clientes, já que a expectativa é que o preço do serviço suba. E muito.

Visões opostas

Segundo Nigel Mackay, advogado, a medida é positiva para os motoristas. “Isso impactará não apenas nos milhares de motoristas do Uber trabalhando no país, mas em todos os trabalhadores dessa dita ‘nova economia’ onde as empresas erroneamente os consideram como autônomos e nega os direitos que lhes são reservados“. O GMB, sindicato britânico, considera a medida uma “vitória monumental“.

Do lado do Uber, Jo Bertram discorda, afirmando que “dezenas de milhares de pessoas em Londres trabalham para o Uber precisamente porque eles querem ser autônomos e seus próprios chefes“. E completa: “A maioria esmagadora dos motoristas que usam o app do Uber querem manter a liberdade e flexibilidade de poder dirigir quando e onde eles quiserem“.

Vale dizer que o Uber ainda pode apelar, mas sem grandes chances de reverter a decisão. Esse notícia aparece, inclusive, depois da recente liberação dos dados oficiais do país. Apesar de já ter se recuperado da pior parte da crise, o salário médio no Reino Unido é menor do que há 12 anos.

Conte para nós: o que acha da medida? Acredita que o mesmo deve ser feito com o Uber no Brasil? Acha que o preço maior afetará o serviço? Diga-nos nos comentários!

FonteThe Guardian

O post Reino Unido obriga Uber a pagar salário mínimo, direitos trabalhistas e férias remuneradas apareceu primeiro em Showmetech, escrito por Pedro Cipoli. Medium


Comendador Marcio Borlenghi Fasano

Comendador Marcio Borlenghi Fasano

Gostou do texto?

Então clique no botão compartilhar, logo abaixo. Fazendo isso, você ajuda esta história a ser encontrada por mais pessoas.

Faça parte de mais de 4mil pessoas que curtiram a  Página oficial do Comendador, Clique Aqui

Se você é o típico leitor tranquilo, mas que gosta de ser notificado a cada atualização, clique aqui.

Para Seguidores do  Twitter, Aqui e pronto! 🙂

Lembre-se que a União faz a força e estamos aqui por que você contribuiu para o nosso sucesso.

Forte abraço,

Comendador Marcio Fasano

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: