Recém-publicado

O velório de uma nação.


Por Enio Mainardi – http://www.areuniao.com

Quem saiu por cima do nosso quase-impeachment? Não falo do Temer, da dilma ou do lula. Esses são só peões, bispo, cavalo…simples peças sendo deslocadas num gigantesco tabuleiro de xadrez. Mas quem são as cabeças que jogam o jogo estratégico geo-político capaz de mudar a história de continentes inteiros? Que gigantes decidem nossa vida por trás das cortinas?

Nos últimos meses do governo dilma falou-se muito de grandes acordos militares envolvendo a Russia e a China. Será que nesse caso os Estados Unidos ficaram parados? Quem está ganhando essa guerra?

A CIA, o Departamento de Estado permitiriam tais perdas, bem em seu quintal?

Temos nióbio aqui, em reservas incalculáveis. Esse metal é essencial para fabricar aviões de alta performance. E satélites orbitais. O Brasil é “dono”

das maiores reservas do mundo. Isso deve valer alguma coisa. Nem falo do petróleo, já sugado para o domínio dos USA, inclusive com os processos judiciais enfrentados pela Petrobrás nas cortes de justiça americanas. 
E os projetos atômicos do Brasil?… que se desfizeram em chanchadas de corrupção, como aconteceu em todos casos em que o pt se espojou, esfregou e rolou no lamaçal da grana e do poder? E assim vai. 

 

Não sei se o Temer tem força suficiente para desvendar as manobras do BNDES  iguais àquelas que permitiram (quase clandestinamente) financiamentos para o cubano Puerto Mariel e influências orientadas pela Odebrecht para ganhar ($$$) concorrências internacionais de grandes obras

na África. Os escândalos não tem fim, é essa nossa situação miserável.

Para nos dar oxigênio e um pouco de orgulho cívico deveríamos é pensar em mudar radicalmente os políticos neste país. E prender ou fuzilar os lesa-pátria. 
Isso de cara.

Com nossa pseudo democracia, frouxa, imoral, com o judiciário que temos,  a ignorância abissal em que somos mantidos, o servilismo cultural, o tecnológico, o nenhum projeto educacional – isso tudo é que vai determinar, por muitas gerações, quem será nosso chefe.

E como será nossa escravidão, antropofagicamente?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: